vendredi, septembre 28, 2007

Montreal, aonde morar? (Parte 2)

Continuando a outra posatagem gostaria aqui de falar de alguns lugares que acredito serem bons para morar em Montreal. Novamente gostaria de salientar que esta é uma opiniao pessoal baseada na minha curta experiência de vida em Montreal até agora.

Centro da Cidade (Centre-ville)


Vou começar pelo centro porque é aonde eu moro e conheço melhor. O centro de Montreal é como outros centros de cidades grandes. Muitos prédios, muito comércio, muito carro, muita gente, enfim, muito de tudo. Eu e a Pat escolhemos morar no centro no começo pela praticidade de locomoçao e pela proximidade de todos os serviços, desde de cinema, até supermercado. Nós estamos cercado por todo os tipo de comércio. Temos um shopping bem pertinho de nossa casa, vários restaurantes por todo lado etc. O mais importante é que o metro está a meio quarteirao daqui e todo o centro é muito bem servido de transporte público. Isso é muito bom, pricipalmente no inverno. Aqui de casa agente pode pegar o metro e sair dentro do shopping subterrâneo que é bem perto daqui também. Estas sao as vantagens de morar no centro.

A desvantagem é que nao temos um grande parque nas proximidades. O mais perto de nossa casa é o parque Westmont, que é bonitinho mas nada de especial. Aqui também é um pouco barulhento. Existe uma boa quantidade de construçoes por todo o lado e as vezes isto incomoda.

Compraria eu um apartamento no centro de Montreal? Nao. Mas para quem está chegando aqui, pretende estudar e trabalhar, o centro é uma boa opçao. Três das quatro universidades de Montreal estao no centro, a outra, que é a Université de Montreal, tem ônibus e metrôs do centro e vc chega lá em 15 minutos. Se você faz questao de ter carro, esqueça o centro.


Este é o centro de Montreal, eu e a Pat moramos em algum lugar aí neste meio.

Este é o Centre Bell, casa do Montreal Canadiens e de vários espetáculos de música de Montreal.

Westmount

O bairro de Westmount é considerado um dos mais ricos e bonitos da cidade. O preço das casas também estao em um patamar mais elevado, porém existem alguns prédios que tem apartamento a preços acessíveis. Talvez até existam bairros mais bonitos que Westmount, porém, este é um bairro muito tradicional. As casas sao lindas e bem antigas. Parece que você está andando em um quarteirao de Londres. É bom salientar que Westmont é um bairro fortemente anglofonico. É um bairro muito bem localizado, perto do centro, tem um comércio local forte, ciclovias e com boas áreas verdes também. O principal metrô da regiao é o Atwater.

Beaudry

Este é o bairro gay da cidade. Quando você passa neste bairro você percebe claramente a opçao sexual daqueles em que nele habitam. Os restaurantes, lojas, supermercados e até a estaçao do metro tem a bandeira colorida do movimento homossexual. Bairro recomendado para cruzeirenses. Só uma brincadeira...

Estaçao de metrô com as cores do movimento homossexual
Rosemont - Petite-Patrie

É difícil escrever de Rosemont porque é um bairro muito grande. Conta com uma superfífie de 14,4 km2 e uma populaçao de 131.318, segundo dados da prefeitura de Montreal. Conta com várias linha de metrô, inclusive com o melhor metrô da cidade (na minha opiniao), que é o metrô Jean Talon, que faz intercessao da linha laranja com a linha azul. Eu acredito, ser este um dos melhores bairros de Montreal, principalmente de você conseguir um apartamento perto do metrô Jean Talon ou do De Castelnau porque você vai ficar perto do parque Jarry e do marchê Jean Talon. O marchê Jean Talon é um mercado aberto com produtos que vem diretamente dos produtores. Você encontra frutas e verduras frescas além de diversos outros produtos bem caseiros. Outro dia fomos na casa do Benoit e da Geneviève e eles nos ofereceram uma torta de peixe deliciosa que eles tinham comprado neste mercado. A torta era super boa e preparada de uma maneira bem mais natural do que este tanto de produto industrializado que encontramos nos supermercados. Se você morar perto do marché Jean Talon, você estará bem servido no quesito comida, além de ter um parque lindíssimo perto da sua casa que é o parque Jarry. O bairro é servido de diversos outros parques e centros comerciais, mas fique esperto porque existem algumas áreas menos aconselhaveis e inclusive bem mais feias dentro de Rosemot.




Marché Jean Talon acima e casas típicas de Rosemont


Côte-des-Neiges

Quando chegamos em Montreal fomos morar em Côte-des-Neiges. Digamos que o bairro tem uma parte boa e outra ruim. Existem belas casas em algumas ruas de, porém de um tempo pra cá a vinda massiva de imigrantes e refugiados para algumas partes do bairro fez com que ele desse uma caída. Por isso, é bom dar uma olhada na regiao. Para quem estuda na Université de Montreal, os apartamentos que ficam na rue Edouard Monpetit ao longo da universidade me paracem bons.

Université de Montréal e Oratório St. Joseph. Os dois localizados em Côte-des-Neiges

Outremont - Mille-end

Dois bairros muito próximos um do outro, porém a parte de Outremont é mais rica e bonita. Lá é famoso pela comunidade judáica ortodoxa, que começou sua imigraçao para Montreal no fim do século XIX. É um bairro bem servido também pelo transporte público, pricipalmente por ônibus. O comércio desta regiao é excelente, sobretudo de pequenos comércios tradicionais. Fica lá uma das sorveterias mais famosas de Montreal. A casa de bagle (espécie de pao) mais famosa de Montreal é de lá também, desde 19 e bolinha que eles fazem o bagle da mesma maneira, utilizando o fogao a lenha. Quem quiser conferir fica na Rue St-Viateur Ouest, e o comércio leva o nome da rua. O bairro também é marcado pela comunidade Grega e Portuguesa. Ouvi dizer que tem cada vez mais de brasileiros que adotam Mille-end como bairro. O nome Mille-end é oriundo do começo de Montreal. Nesta época esta regiao de Outremont e Mille-end nao faziam parte de Montreal, por isso, para entrar em Mille-end as pessoas deveria pagar uma espécie de pedágio. Os Ingleses usavam este termo (Mille-end) referindo-se a distancia de 1 milha necesséaria para percorrer entre o centro e a entrada desta cidade. Daí o nome Mille-end.

Antiga Prefeitura de Outremont. Hoje funciona o corpo de bombeiros




Produçao de Bagel no St. Viateurs e belas casas em Outremont

Plateau Mont-Royal

Talvez este seja o bairro mais famoso e tradicional de Montreal. Eu particularmente adoro passear pela av. Mont Royal. Existe todo o tipo de comércio que você imaginar. Conta também com vários restaurantes e cafés super arrumados. Tem uma estaçao de metrô (Mont-Royal) no meio da avenida que facilita muito o deslocamento dos moradores locais. De um lado você tem o parque La fontaine que é lindíssimo aonde durante o verao você tem vários shows gratuítos. No inverno eles fazem uma pista de patinaçao para a comunidade aproveitar também o frio. Perto do parque La fontaine você tem o metrô Sherbrooke. Quem escolher esta regiao para morar nao vai se arrepender. A 15 minutos para o outro lado, você tem o parque Jeanne-Mance e o monte Mont-Royal, que é talvez o lugar mais famoso de Montreal. Lá é o mirante de Montreal, de onde provém o nome da cidade. Além do metrô, o plateau também é servido por várias linhas de ônibus e tem até uma estaçao de train de banlieue. Sem dúvida é um dos lugares preferidos da polulaçao Montrealais. O bairro tem ao todo uma populacao de 101 364.





Arquitetúra típicas de Montreal, pode ser encontrada em vários pontos do Plateau.
Île-des-soeurs

Na minha opiniao, este é o bairro mais bonito de Montreal (apesar de tecnicamente nao fazer parte da cidade de Motreal). Na verdade, Île-des-soeurs é uma ilha ao sul de Montreal. Parece um condominio fechado do Brasil. Lindas casas e prédios, ruas largas, muita opçao de lazer e até um bom centro comercial. As ruas sao lindas, verde por todo lado, arvores e mais árvores compoe todo o bairro. Existem clicovias por toda sua extensao. E sao ciclovias mesmo, afastadas da rua, que dao a volta por toda a ilha. O problema da Île-des-soeurs é que você precisa realmente de ter um carro se você nao morar colado no centro comercial. Dentro mesmo do bairro, nao existe nenhum tipo de comércio. Se você quiser comprar um pao na padaria, vai ter que ir de carro. Um outro aspecto desfavorável é que praticamente a única saída do bairro é pela ponte Champlain. Daí você pode imaginar o trânsito caótico nos horários de pico. O bairro conta com duas linhas de ônibus, uma que liga até o metrô verde (La Salle) e outra que liga até o metrô laranja. O bairro é muito lindo, mas acho que pra morar fica um pouco fora de mao.



Angrignon

Esta é uma regiao que eu descobri a pouco tempo, e, devo dizer que tive uma grata surpresa. O bairro conta com todos os três quesitos que eu falei na primeira postagem. Tem metrô, um parque lindíssimo e um centro comércial gigante com todas as lojas que você imaginar. O metrô Angrigon é o´ultimo da linha verde, talvez para algum fique um pouco complicado pela distância do centro da cidade e das universidades. A vantagem da estaçao deste metrô é que ela é também um terminal para várias linhas de ônibus. Conta também com um grande estacionamento que você pode deixar seu carro lá e usar o tranporte coletivo. Uma coisa interessante é que existe uma "garderie" que funciona neste mesmo local, ou seja, os pais podem deixar seus filhotinhos lá, irem trabalhar e na volta pegar os filhos. Idéia brilhante. Logo quando você sai da estaçao de metro, de um lado você vai ver um parque super lindo, com ciclovias, lagos, parquinho para as crianças etc. Pra uma família passar o dia lá, nao tem nada melhor. Do outros lado da estaçao tem este centro comercial que eu citei acima. Sem dúvida é um lugar que vale a pena conferir. Para quem tem sua vida muito dependente ainda na universidade, ou quem está chegando agora, nao sei se é uma boa idéia nao, mas para quem já tem família e busca um lugar mais tranquilo, eu recomendaria Angrignon.

Laval


Fico inseguro de falar de Laval porque nunca fui lá. Tem gente que pode falar com muito mais propriedade do que eu sobre esta cidade, que por sinal é a terceira maior do Quebec com uma populaçao de 368 709. E outra coisa para os menos informados. A Universidade Laval nao fica em Laval mais na cidade de Quebec. Por favor nao dêem este mico quando chegarem aqui. Tem gente que vai para Laval achando que vai encontrar um linda Universidade lá. Uma coisa nao tem nada a ver com a outra. François-Xavier de Montmorency-Laval foi o primeiro bispo católico a chegar no Quebec, que na época ainda se chamava Nova França. Daí o nome Laval. Voltando a Laval, acredito ser esta uma boa cidade para morar e me parece bem bonita também, tem três linha de metrô recentemente inauguradas. Fiquem só atento porque se sua vida toda for em Montreal, talvez nao seja muito prático morar em Laval. Mas como eu falei, outras pessoas podem testemunhar com mais propriedade sobre a vida em Laval.

Banlieue de Montreal

Na periferia de Montreal encontram, entre outras coisas, lindas e grandes casas. Claro que nao sao todas as casas que sao grandes ou bonitas porém na periferia existe muito espaço, coisa que falta em Montreal. A vida nestas regioes é bem mais tranquila e feita para que tem carro. Esteja preparado para gastar entre 40 minutos e 1:30 de viagem para chegar no seu trabalho se você trabalhar em Montreal. Existe o Train de banlieue e ônibus, mas a frequência dos mesmos é pequena e logo, se você decidir morar por ali e utilizar somente o transporte público, passará raiva. Porém acredito que para algumas pessoas seja uma boa opçao. Você poderá achar casas com preços melhores que em Montreal, pricipalmente para comprar. Se você tiver um horário bem flexível,se tiver uma famíla um pouco maior, talvez seja uma idéia interessante. Nao recomendaria para o recém chegado, mas vale a pena dar uma pesquisada.

Conclusao

Acho que já escrevi o suficiente, e de novo gostaria de ressaltar que está é minha opiniao. Tenho certeza que outras pessoas terao opinioes diferentes, e que sao igualmente válidas. Pra mim, o lugar que eu acho o mais prático e bacana de morar seria na regiao do metro Jean Talon, aonde mora nosso amigo Lúcio. Um outro bairro que eu acho super bacana também seria o Plateau Mont Royal, principalmente perto do Parque La Fontaine. O centro é bem prático tambem, mas nao é a regiao mais bonita. Para aqueles que estao vindo, pesquisem bastante e pelo menos no primeiro ano, tentem alugar alguma coisa perto do metrô, vai te facilitar muito a vida. Montreal tem muitos outros bairros e regioes além das que eu falei, porém nao me sinto seguro em escrever dos demais locais.

Espero ter contribuído, ou colocado mais minhoca na cabeça, daqueles que pretendem morar em Montreal.

Grande Abraço e Fiquem com Deus,
Rafael

15 commentaires:

Canadá A4 a dit...

que beleza de post!!!
é quase um tratado...
não conhecia o blog de vcs mas, agora seremos leitores, quanta informação!
parabéns
Camila e José Roberto

Erivaldo & Edjane a dit...

Simplesmente super hiper ultra dinâmico,... parabéns, continuem escrevendo com maior freqüência (lógico, se possível).
Ah, dentro das possibilidades por favor escrevam mais detalhes sobre Laval, Terrebonne, Longueuil, Saint Hubert, consideramos todos esses lugares como "grande Montreal".
Já estamos com nossos vistos em mãos e estamos pretendendo fazer nossa viagem para o Canadá em Abril 2008, estamos utilizando o blog de vocês para colher boas informações.
Caso tenham algum tempo disponível e possam nos ajudar com perguntas mais específicas e pertinentes aos nossos interesses, por favor, entrem em contato conosco aqui.
Erivaldo & Edjane

erivaldo5@yahoo.com

Anonyme a dit...

Valeu mesmo!!! Você não tem obrigação nehuma de fazer isso.
Muito obrigado pelas dicas e muito boa sorte!
Eric

Débora a dit...

Rafael, as dicas me parecem ótimas!
Muito obrigada pela paciência!
Bonne chance à vous!
Débora

Anonyme a dit...

Ei Pat e Rafa,

Aí vão alguns uns comentários de Laval. Eu e minha esposa estamos morando por aqui. Moramos próximos a estação de La Concorde que é muito organizada. O bairro que moramos por aqui é bastante agradável (Laval-de-Rapides), temos um parque aqui perto (Parq Cluny) e um centro comercial bem próximo.
A distância de Montreal para Laval é algo muito relativo. Se você trabalha na parte norte de Montreal, Laval é bem mais próximo que quem mora em Centre-Ville. A distância entre Laval e Montreal é apenas uma ponte de 500 metros, portanto não dá para perceber muito a distância, porém se você trabalha bem ao leste de Montreal e não tem metrô por aqueles lados, realmente Laval e qualquer bairro a oeste de Montreal fica longe.
Para mim é muito fácil se quero ir para centro, pego a linha laranja do metrô e em 15 minutos chego.
Laval tem um ponto positivo quanto ao preço e ao que a cidade oferece. A cidade tem um aluguel barato, apartamentos mais novos e bem espaçosos. O comércio daqui é muito bom... Temos o Le Centre Laval, Le Carrefour, Le Notre-Dame, que são enormes com boas opções de compra e com preços excepcionais. Quanto às escolas para as crianças ainda não tenho muito opinião formada... Gostaria de saber se alguém tem uma dica....

ABraços,

Fabiano
Fabiano_henriques@yahoo.com.br

Anonyme a dit...

Otimo post! Gande contribuicao!
Parabens!
Abracos,
Sara - snvasconcelos@yahoo.com.br

Pat e Rafa a dit...

Pessoal,

muito obrigado, fico feliz que vocês tenham gostado da postagem. Quanto a St. Hubert, Terrebonne etc, lamento nao ter informaçoes suficientes para fazer uma boa postagem, uma vez que nunca estive nessas regioes. Mas assim que eu eu conseguir estas informaçoes eu as publico, ok? Grande abraço a todos,
Rafael

Viviane Monteiro a dit...

Olha, eu queria ter encontrado um post assim antes de vir para o Canadá... Muito bom mesmo! Indiquei este blog para alguns amigos que ainda estão fazendo o processo de imigração...
Um abração!

Karol a dit...

Ótimo post ! Com certeza irá me ajudar muito nas pesquisas que eu estou fazendo para o meu projeto de imigração.

Parabéns e Obrigada,

Um abraço,

Karol

Daniel Dantas a dit...

Gostaria de fazer apenas um pequeno comentario sobre essa postagem dos bairros. Muita gente não sabe mas Westmount não é um bairro de Montréal e sim uma cidade. Westmount foi um bairro de Montréal somente entre 2002 e 2006, periodo em que o Partido Quebequense juntou todas as cidades da ilha de Montréal. Esse processo ocorreu em varias outras cidades como Québec,
Gatineau e Saguenay. A partir de janeiro de 2006 algumas cidades voltaram a ser independentes, sobretudo os enclaves anglofonos e as cidades do oeste da ilha e dentre estas cidades estava Westmount.

Anonyme a dit...

Muito legal o topico e gostaria de fazer uma pergunta. Voce conhece Pierrebonds?? Estou indo para estudar em Montreal e minha homestay fica nesse bairro, do lado da estacao de trem Sunnybrooke. tentei achar algo sobre o local mas ate agora .. apenas vi pelo google maps... Abracos

qualquer coisa meu e-mail eh rafaelsanctis@hotmail.com

Anonyme a dit...

Muito legal esse post eu pesquiso sobre os bairros de Montréal faz muito tempo e gostei de ver a "simplificada" que você deu aqui.

Morri de rir com a frase "Quando você passa neste bairro você percebe claramente a opçao sexual daqueles em que nele habitam"


faz parte

Ícaro Damaceno Romano a dit...

Ótimo blog.



Beaudry, mais especificamente Le Village.
[diga-se de passagem, é orientação e não opção]

Ícaro Damaceno Romano a dit...

Engraçado que o subúrbio de Montreal parece ter o mesmo problema do subúrbio do Rio: o tempo no trânsito.
Levar 1:30h pra Chegar no Centro é normal, pra não falar naqueles que levam muito mais tempo.

Anonyme a dit...

Rafa e Pat, agradeço de coração por estes 2 posts sobre onde morar em Montréal... tinha planos de imigrar junto com uma amiga, pra resolvermos tudo juntas, mas as coisas n estão tão rápidas pra ela e talvez eu tenha que ir só... já me dá um frio na barriga só de pensar, daí tô tentando organizar o que posso já daqui. Fora a conta no HSBC Canadá e um provável aluguei de appart, o que mais pode ser feito daqui? Vcs saberiam dizer? Só conheço 2 pessoas que moram em Montréal e não tô conseguindo contato... agradeço desde já.

Att,

Ivana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...